quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Malícia insana

Serenamente me perco na desilusão de mais um crepúsculo ardente.

Ora escondo, ora transpareço esse desejo que insiste em se estender.

Busco longe, sonho grande algo que nem sou capaz de decifrar...

Resisto e desisto, pois é maior do que tudo o que cabe em mim!

É forte, é medonho, às vezes sufoca, às vezes até encanta. Me faz querer mais, me faz ir além.



Oh, sensação misteriosa de ir ao encontro do inatingível!

Oh, malícia insana que me cerca e acompanha!
Chama intensa que me aquece maltratando, perdure em mim só enquanto eu suportar, e , silenciosamente, habite em outro âmago e permitas que eu possa te tocar.



Rogna Costa

4 comentários:

Eric B. disse...

Faaaaaaala, Patrícia.. cá estou eu e meu novo blog.. (com a interface parecida com a sua, acho que é a que mais tem cara de "poesia" mesmo né? hahahaha.. mas tudo bem)!!

BLOGUEIRO EXECUTIVO disse...

Podemos fazer uma parceria de link? Adicionei seu link em barra de parceiros literária chamada Leves Conexões, me retorne, blog que busca parceria e incluso a adição do seu link previamente é:

http://clubedasmusaslivre.blogspot.com/

Kelliany disse...

Resisto e desisto, pois é maior do que tudo o que cabe em mim!

liberdade aos poetas disse...

DOCE CAPRICHO

Doce capricho meu
Querer o mundo.
Quando o meu mundo já é teu.
Doce capricho meu
Querer seu corpo.
Quando o meu corpo já é teu.
Doce capricho meu
Querer teus sonhos.
Quando meus sonhos já são seus.
E minha vida?
Vive por te ter!
Confundo meus pensamentos com tuas idéias.
Planejo meu futuro,
Conciliando com teus projetos, com teus planos... com teu querer.
E eu quem sou?
O que quero pra mim?
Não sei.
Pois, ao te viver me anulei.
Ao te querer, esqueci de poder ter.
Ao te sonhar,esqueci de ter sonhos.
E fechada para o mundo,
Aprendi que vivo em você.