terça-feira, 14 de outubro de 2008

Paixão & Amor


Apaixone-se quantas vezes o coração mandar
Mas não esqueça que paixão não é amor
E que há amores falso e verdadeiro
E mais:
Que o verdadeiro
Também é eterno

A paixão é encantamento
Desejo de conhecer
De provar
Descobrir

É um momento de delírio
Uma febre
Um sonho
Um êxtase

Consome nosso pensamento
Nosso tempo
Nossas idéias
Nossos planejamentos

Ela surge do nada...
Um olhar
Um sorriso
Uma fala
Um não sei quê
E desmantela nossa organização
Como um furacão a toda velocidade

Porém
Do jeito que vem
Se vai também
Porque a fugacidade
E a fragilidade
São da sua natureza

E logo, logo
Vem outra
E começa tudo outra vez

(...)

O amor [verdadeiro]
É o encantar-se lentamente
No dia-a-dia
No estar juntos
Nas palavras não ditas
Nos gestos espontâneos
No 'dar-se' gratuitamente

Está também nas diferenças
Nas brigas necessárias
No reclamar os direitos
No pelejar pelas coisas pessoais
(Porque o individual também conta)

É um sentimento construído no tempo
E não se deixa levar por qualquer brisa
Ou tempestade
Porque as brechas na relação
São corrigidas com o diálogo
Com o 'passar a limpo'

Você é parte do outro
Que é parte de você
E um fortalece o outro
Sem deslealdades

Por isso
Apaixone-se como um louco
E ame profundamente

Toni Martins

3 comentários:

Maura disse...

Belíssimo!!!!

Toni Martins disse...

Olá, Maura! Obrigado pelo elogio.

Se tens algo teu a compartilhar, seja bem-vinda ao nosso espaço.

Bjs.

El@ine disse...

Por toinha:

Parabéns pelas poesias, gostei muito!
Gostei de todas, mas essa é linda!